Passar para o Conteúdo Principal
world best fish
logo world's best fish
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Máx C
Mín C
google plus

O que não pode perder este fim de semana em Matosinhos

0689 1 980 2500
16 Maio 2019

Para além do melhor peixe do mundo, desporto, espetáculos, concertos, exposições, são alguns dos muitos ingredientes que poderão tornar o seu fim de semana inesquecível, aqui, em Matosinhos!

Rally Fish – Matosinhos, Leça da Palmeira, Perafita e Angeiras
Já arrancou a quinta edição do Rally Fish, a rota gastronómica que propõe uma autêntica peregrinação pelos melhores petiscos da restauração da Matosinhos.
Com a chegada de mais uma edição do Rally de Portugal, instala-se outra corrida nos restaurantes matosinhenses, na procura do melhor petisco! Com a qualidade de sempre, novos estabelecimentos, apetitosas e criativas entradas que prometem surpreender os aficionados desta rota gastronómica.
Por três euros vai ser possível provar uma das delícias disponíveis nos 58 restaurantes de Angeiras, Leça da Palmeira, Matosinhos e Perafita e beber um copo de vinho.
O convite está feito! De 14 de maio a 2 de junho, são muitos os motivos para nos visitar, com deliciosas tapas à sua espera em diversos restaurantes. Não perca esta oportunidade!
Efetue aqui o download do mapa com os restaurantes aderentes: https://tinyurl.com/y693zs3e 
Quando: de 14 de maio a 2 de junho
Onde: Matosinhos, Leça da Palmeira, Perafita e Angeiras

“Mesa dos Sonhos: Duas coleções de arte contemporânea” - Galeria Municipal de Matosinhos
A exposição “Mesa dos Sonhos”, organizada pelo Museu de Serralves com curadoria de João Silvério, vai mostrar a partir do próximo sábado, 18 de maio, um conjunto de trabalhos de artistas como Alberto Carneiro, Alicia Framis, Ana Jotta, Blinky Palermo, Dimitrije Basicevic Mangelos, Helena Almeida, James Lee Byars, João Queiroz, Joel Fisher, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Leonor Antunes, Luísa Correia Pereira, Marcelo Cidade, Pedro Cabrita Reis e Silvia Bächli.
Patente até 14 de setembro na Galeria Municipal de Matosinhos, a exposição reúne pela primeira vez peças das coleções da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e da Fundação de Serralves. O título da mostra recupera o nome de um poema de Alexandre O’Neill, estabelecendo a exposição da Galeria Municipal de Matosinhos como um lugar de encontro, de convívio, de confronto, de comunhão e de deriva, trazendo à luz do dia, e partilhando com o grande público, algumas obras-primas da arte contemporânea internacional.
Integrando um conjunto de artistas e de obras que enquadram um arco temporal de quase meio século, a exposição em Matosinhos inaugura o circuito de itinerância desta exposição produzida pela Fundação de Serralves, que também tem à sua guarda a coleção da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. "Mesa dos sonhos” inclui diferentes meios de expressão plástica e visual, como a escultura, pintura, desenho e instalação, mas também objetos comuns que transitaram para a esfera da arte.
Quando: de 18 de maio até 14 de setembro / Inauguração: 18 de maio, pelas 15h30
Onde: Galeria Municipal de Matosinhos

Dia e Noite Internacional dos Museus – Museu da Quinta de Santiago
A 42ª edição do Dia Internacional dos Museus e a 15ª edição da Noite Europeia dos Museus vai ser comemorada em Matosinhos com uma programação que abrange os treze núcleos da rede MuMa (Museus de Matosinhos) e que se prolongará pelos dias 17 e 18 de maio. Vocacionadas para diferentes públicos, as atividades previstas incluem visitas especiais e temáticas, exposições, teatro, poesia, música, oficinas e workshops.
Sob o tema “Os Museus como Centros Culturais: o futuro da tradição”, fixado pelo ICOM – Conselho Internacional dos Museus para a celebração do 42º Dia Internacional dos Museus, as portas das instituições que preservam o património e a identidade de Matosinhos vão estar de portas abertas, participando na reflexão proposta e dando a conhecer alguns dos seus tesouros.
Veja a programação completa em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6204 
Quando: 17 e 18 de maio
Onde: Museu da Quinta de Santiago

Porto Cartoon – Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery
A Exposição “PortoCartoon – Prémio Especial de caricatura Bob Dylan” estará patente no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery, de 18 de maio a 9 de junho, e inclui uma centena de caricaturas de Bob Dylan, o cantor e poeta, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 2016.
A inauguração da exposição, no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery, que é uma pré-abertura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa, contará com a presença dos vencedores da edição deste ano do Prémio Especial de Caricatura Bob Dylan, o artista brasileiro Luiz Carlos Fernandes (primeiro prémio), o australiano David Rowe, o português António Santos (Santiagu) (ambos vencedores do segundo prémio) e o espanhol Omar Figueroa Turcios (terceiro prémio).
A exposição resulta de uma parceria entre o Museu Nacional da Imprensa e a Câmara Municipal de Matosinhos.
Inauguração: 18 de maio, pelas 16h00
Quando: de 18 de maio a 9 de junho
Onde: Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery

Ciclo de Piano com Pedro Burmester – Real Vinícola
No dia 18 de maio, pelas 19h00, o pianista Pedro Burmester levará a música clássica à Real Vinícola. Não perca esta oportunidade de ouvir música de incontornáveis autores da história da música, interpretadas por um dos melhores músicos portugueses.
Tema: Chopin
Quando: 18 de maio, pelas 19h00
Onde: Real Vinícola

FITEI - "Ella sobre Ella" – Teatro Municipal Constantino Nery
O FITEI está de regresso a Matosinhos. A sua 42ª edição é dedicada ao tema Brasil Descolonizado.
O FITEI decorre de 8 a 25 de maio em Matosinhos, Porto, Vila Nova de Gaia, Felgueiras e Viana do Castelo, e apresentará obras nacionais, mas também do Brasil, Uruguai, Chile e Argentina.
Entre os vários espetáculos, destaque para as estreias nacionais em Matosinhos de “Há mais futuro que passado” de Daniele Avila Small (Brasil), e de “Ella sobre Ella” de Marianella Morena (Uruguai) que vai passar já na próxima sexta-feira, 17 de maio, no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery, pelas 22h00.
A sinopse da peça diz: "Carlota Ferreira (1838–1912) desafiou a moral do tempo com uma sexualidade livre, num pacato Montevideo do século XlX. Trabalhamos a partir desta figura, do carácter histórico em diálogo com a atualidade, estabelecendo uma ponte entre história, arte, mulheres, erotismo e convenções que marcam uma época. Conhecemos a sua imagem porque o ""pintor da pátria"", Juan Manuel Blanes, a imortalizou, mas este é o seu olho sobre um corpo, é a aparência de uma mulher vista por um homem. Nenhum artista é objetivo, a arte é isso mesmo: transformar a realidade para criar universos paralelos.
Transferimos a sua irreverência para cena, com um público ativo, estilo e tom contemporâneos; Carlota convida-nos a duvidar do peso das heranças e das dificuldades em ser livre. O que faço para te seduzir, para te convencer? Que técnica, que disciplina?
Texto e direção - Marianella Morena|Interpretação - Mané Pérez | Espaço cénico - Johanna Bresque e Ivana Domínguez | Luz - Ivana Domínguez | Figurinos - Johanna Bresque | Grafismo - Nicolás Batista | Fotografia -Gonzalo Techera | Produção - Lucía Etcheverry"
Quando: 17 de maio, pelas 22h00
Onde: Teatro Municipal de Matosinhos - Constantino Nery

Lançamento do Livro “Velhos são os Trapos” – Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos
O Salão Nobre dos Paços do Concelho recebe no próximo sábado, 18 de maio, pelas 15h00, a apresentação do livro de Joaquim Queirós, “Velhos são os Trapos”.
Este livro é uma coletânea de momentos da vida que Joaquim Queirós foi arquivando e, muitas delas, motivo de desabafos com amigos.
O livro inclui uma homenagem ao cartoonista António Miranda, com a publicação de dezenas de trabalhos do humorista, agora com 84 anos, e que, durante mais de meio século foi atracão diária no Jornal de Notícias, bem como outras publicações nacionais e estrangeiras
O prefácio do livro é da autoria do jornalista Jorge Pedroso Faria, editor da Revista Magazine do JN, e a apresentação do evento estará a cargo de Jorge Queirós.
Quando: 18 de maio, pelas 15h00
Onde: Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos

Moontosinhos – “da Torre de Linhares ao Monte Castêlo” - Guifões
Desde abril de 2013 que, coincidindo com as noites de lua cheia, as visitas guiadas Moontosinhos, com o historiador Joel Cleto, divulgam e partilham a história e o património de Matosinhos, atraindo todos os meses, entre abril e outubro, centenas de participantes.
O ciclo “Moontosinhos” regressa no dia 19 de maio com o tema: da Torre de Linhares ao Monte Castêlo.
Para mais informações e inscrições: gmah@cm-matosinhos.pt 
Quando: 19 de maio, pelas 21h30
Onde: Guifões

PML 2019 - Laboratório Poético - Oficina de Poesia - Biblioteca Municipal Florbela Espanca
Arrancam este sábado, 18 de maio, pelas 15h00, os trabalhos do primeiro Laboratório Poético - Oficina de Poesia Performativa, criado no âmbito do Plano Municipal de Leitura (PML) de Matosinhos. Para além adquirirem e desenvolverem técnicas de colocação de voz e de leitura pública, os participantes poderão passar a integrar as sessões da Poesia Maldita, que, no âmbito do PLM, têm levado o assombro das palavras a lugares inusitados do concelho.
Dividido em três sessões, o Laboratório Poético de Matosinhos terá como casa a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, sendo oficiado pelos declamadores Isaque Ferreira e Rui Spranger, intérpretes habituais de eventos como as Quintas de Leitura do Teatro do Campo Alegre ou as quase míticas noites de poesia do Pinguim Café.
A participação no Laboratório Poético - Oficina de Poesia Performativa é gratuita e limitada a 20 participantes, devendo a inscrição (obrigatória) ser feita através do link https://forms.gle/UVQs4zp7aLrpWVet9. 
Durante o curso serão propostos exercícios de dinâmica de grupo, de respiração e colocação de voz, de confiança e desinibição, sendo igualmente trabalhada a noção de espaço e a improvisação de leituras em voz alta. No final do curso, no dia 25 de maio, os participantes tomarão parte num recital no Mercado Municipal de Matosinhos, na companhia dos diseurs titulares, João Rios, Isaque Ferreira e Rui Spranger.
Criado em 2015, o Plano Municipal de Leitura de Matosinhos foi concebido para promover e disseminar os hábitos de leitura entre os matosinhenses de todas as faixas etárias e extratos sociais, constituindo uma estratégia integrada de promoção do livro e da leitura. Engloba um vasto conjunto de iniciativas, como encontros com autores e workshops de leitura e escrita criativa nas escolas e instituições do concelho, sessões inesperadas de poesia em espaços públicos, tertúlias poéticas e lançamentos de livros.
Quando: 18 de maio, pelas 15h00
Onde: Biblioteca Municipal Florbela Espanca

XIII Concurso de Flauta de Bisel de Matosinhos –Salão Nobre dos Paços do Concelho
O Salão Nobre dos Paços do Concelho acolhe no próximo dia 18 de maio, pelas 10h00, o concurso de flautas de bisel, onde serão revelados os talentos dos alunos das nossas escolas, na área da música.
Quando: 18 de maio, pelas 10h00
Onde: Salão Nobre dos Paços do Concelho

Show Cooking & Concurso de Culinária Divercook - EB. Estádio do Mar
No dia 18 de maio, na EB Estádio do Mar, terá lugar o Show Cooking & Concurso de Culinária Divercook, com o seguinte programa:
1- Realização de um Show Cooking de culinária saudável - aberto à comunidade;
2 - Dinamização de um concurso de culinária para 12 equipas de alunos/famílias pertencentes à EB do Estádio do Mar – destinado a alunos/famílias pertencentes à EB do Estádio do mar.
Quando: 18 de maio, 9h30 - 13h00
Onde: EB. Estádio do Mar

4.º Raid BTT Junqueira FC- Santa Cruz do Bispo
No dia 19 de maio, terá lugar o 4.º Raid BTT Junqueira FC, com partida pelas 9h00 do Largo da Viscondessa, em Santa Cruz do Bispo e um percurso de 35 km.
A inscrição é obrigatória, custa 10€ e inclui seguro, dorsal, reforço líquido e sólido, banhos, para além da oferta de uma bebida e de porco no espeto, no final do raid.
Mais informações e inscrições em: btt@junqueirafc.com | www.junqueirafc.com 
Quando: 19 de maio, pelas 9h00
Onde: Largo da Viscondessa, em Santa Cruz do Bispo (em frente à igreja)

Exposição “A Floresta: Muito mais do que madeira” – Junto à Câmara Municipal de Matosinhos
A exposição “A Floresta: Muito mais do que madeira” inaugurou no dia 9 de maio, e vai estar de portas abertas até ao dia 26 de junho, mesmo em frente ao edifício da Câmara Municipal.
As florestas são os ecossistemas terrestres com maior diversidade do mundo. Conservam o património de milhares de milhões de anos de evolução. Em matéria de florestas, quase todas as paisagens europeias estão representadas em Espanha, e o resultado é uma das maiores biodiversidades da Europa.
Como é que uma árvore funciona? Como é que se forma o húmus? O que é a madeira? Das humildes minhocas, imprescindíveis ao fabrico do húmus, às árvores, as indiscutíveis protagonistas, esta exposição faz um percurso pelo complexo ecossistema chamado floresta.
A exposição também contempla as principais espécies arbóreas da Península, a sua ecologia e a sua ligação com o ser humano através de uma singular coleção, além de apresentar cinco das árvores mais singulares da Península Ibérica.
Mais informações e horários em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4973 
Quando: 9 de maio a 26 de junho
Onde: Junto à Câmara Municipal de Matosinhos

Primavera em Matosinhos – Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as zonas envolventes
A primavera instalou-se em Matosinhos para dar mais cor ao comércio tradicional. O programa de animação que a Câmara Municipal de Matosinhos preparou em parceria com a Associação Empresarial do Concelho de Matosinhos “Primavera em Matosinhos” arrancou no dia 30 de março e estende-se até 18 de maio com muitas atividades previstas para o Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as suas zonas envolventes.
Valorizar o comércio tradicional, incentivar a atividade económica nas principais artérias comerciais e recuperar a memória coletiva de um dos mais antigos e emblemáticos polos do comércio tradicional são os principais objetivos deste programa de animação.
À semelhança do que já aconteceu na quadra natalícia, decorreu um concurso de montras dedicado ao “Dia da Mãe”, com prémios para a melhor montra.
Destaque ainda para a exposição “Memória(s) de uma Rua”, da autoria de Joel Cleto, inaugurada a 13 de abril, e que poderá ser apreciada ao longo da Rua Brito Capelo, ligando esta artéria ao Mercado Municipal.
Workshops, jogos tradicionais, música e passeios de bicicleta elétrica são outras das iniciativas previstas.
Mas as surpresas não se ficam por aqui. Até 18 de maio, quem fizer compras no comércio tradicional num valor superior a 20€, ficará habilitado a um vale de compras nas lojas aderentes. Durante o mesmo período, haverá ainda a distribuição de prémios imediatos.
Mais informações em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4920 
Quando: de 30 de março a 18 de maio
Onde: Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as suas zonas envolventes.

Wave Series 2019 – Porto e Matosinhos
De março a outubro, cerca de 500 atletas irão competir em nove eventos de surf, stand up paddle e long board, com destaque para a Liga Meo Surf, o Circuito RIP CURL, o Circuito Surf do Norte ou o Campeonato Nacional de Longboard.
Haverá ainda cerca de 150 batismos de surf para crianças institucionalizadas, aulas de surf adaptado para 100 alunos, ações de sensibilização ambiental e de limpeza de praias, sunset parties com a presença de DJ’s workshops e o Parque Aventura.
As competições, eventos e atividades do Wave Series 2019 decorrerão nas praias de Matosinhos e Porto.
O próximo fim de semana ficará marcado pela realização da Liga Meo Surf – Renault Porto Pro, que decorre de 17 a 19 de maio.
Haverá ainda durante este fim de semana um Workshop de Pranchas de Surf e suas funcionalidades, e o “Canon Workshop de fotografia” nos dias 17, 18 e 19 de maio, lecionado por Ricardo Bravo.
Mais informações e programação: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6061 
Quando: de março a outubro de 2019
Onde: Porto e Matosinhos

Festas de aniversário no museu: “O museu é mais velho do que eu!” – Museu da Quinta de Santiago
O Museu da Quinta de Santiago promove festas de aniversário para crianças dos 6 aos 12 anos. As festas infantis incluem uma visita especial ao museu ou à cascata gigante e a realização de uma oficina. Os preços dependem do número de participantes: até 15 crianças: 5€ cada e a partir de 16 participantes: 4,50€, com um mínimo de 10 e máximo de 25 crianças. Para mais informações contatar casadobosque@cm-matosinhos.pt ou pelo telefone 229 392 410.
Quando: sábado, 25 de maio, das 10h00 às 13h00 ou das 15h00 às 18h00.
Onde: Museu da Quinta de Santiago | Espaço Irene Vilar

Vem Descobrir a Cascata Gigante – Museu da Quinta de Santiago / Espaço Irene Vilar
Doada ao Museu em maio de 2010, a Cascata Gigante, com cerca de 15m2, é uma reconstrução representativa da Leça de inícios do séc. XX, construída por José Moreira ""o mais velho cascateiro de Leça, localidade em que está ainda muito arreigada a tradição da montagem de grandes cascatas leceiras. Dominam as representações de pormenores, monumentos, tradições e episódios históricos de Leça da Palmeira."
ATIVIDADE: Visita à Cascata Gigante; Atividade de expressão plástica: modelagem em barro ou gesso.
Atividade: 1€ visita guiada + 2€ Atelier l p/ participante. Nº mín. de participantes:5.
Nº max.de participantes: 20. Inscrição Obrigatória. A ação é gratuita para escolas do concelho de Matosinhos; Visita: 1€
Quando: Atividade: Terça a Sexta: 10H-12H/15H - 17H ; Visita: Terça a Domingo e Feriado: 10h-13h/15h - 18h
Onde: Museu da Quinta de Santiago / Espaço Irene Vilar

Feira de produtos biológicos – Jardim Basílio Teles
Aos sábados, das 9h00 às 14h00, no Jardim Basílio Teles, realiza-se uma feira de produtos hortícolas produzidos em agricultura biológica, onde poderá encontrar alternativas de alimentação mais saudável e saborosa.
Quando: sábados das 9h00 às 14h00
Onde: Jardim Basílio Teles

“Brito Capelo: memória(s) de uma rua” - Matosinhos
A exposição “Brito Capelo: memória(s) de uma rua”, que permite fazer uma visita às memórias da Brito Capelo, pode ser visitada até ao final do verão.
Composta por reproduções de pinturas, cartas e fotografias do Arquivo Municipal de Matosinhos, a exposição estende-se entre a chamada rotunda da anémona (a Praça Cidade S. Salvador) e o Mercado Municipal de Matosinhos, percorrendo a história e a memória de uma rua com um lugar privilegiado na identidade da cidade.
Do carreiro de terra batida que era atravessado pelo comboio que transportava os materiais para a construção do Porto de Leixões à chegada do metropolitano de superfície, a exposição passa revista aos vários momentos da vida de uma artéria que os matosinhenses guardam no coração. A chegada das conserveiras e dos armazéns de vinhos, a linha 19 do elétrico que trazia do Porto os veraneantes que enchiam a praia, os desfiles, as paradas, as tradições, as procissões ou o tempo em que a entrada para as Festas do Senhor de Matosinhos se fazia pelo cruzamento com a Rua do Godinho são alguns dos momentos recordados pela exposição “Brito Capelo: memória(s) de uma rua”.
Refira-se que “Brito Capelo: memória(s) de uma rua” integra o programa Primavera em Matosinhos, a decorrer desde 30 de março e que pretende dinamizar e revitalizar o comércio tradicional e local.
Quando: até ao final do verão
Onde: Rua Brito Capelo

“Em cada passo, um sentido” - Exposição do Caminho Português da Costa – Loja Interativa de Turismo de Matosinhos
Matosinhos recebe a exposição “Em cada passo, um sentido” do Caminho Português da Costa.
A Loja Interativa de Turismo de Matosinhos terá em exibição até 19 de maio, a exposição itinerante “Em cada passo, um sentido”, do Caminho Português da Costa.
Esta exposição singular pretende dar a conhecer o Caminho Português da Costa, através do olhar de um verdadeiro peregrino, António Luís Campos, autor das fotografias patentes. Este fotógrafo profissional da vida natural e paisagística, que colabora com publicações como a National Geographic, e que, paralelamente, exerce a atividade de líder de viagens, apresenta a experiência do Caminho Português da Costa, de uma forma peculiar, dando um sentido único a esta rota histórica, tornando-a numa vivência memorável. O objetivo é transportar os visitantes através do Caminho, quer pela experiência visual, como auditiva e até mesmo pela tátil que é proporcionada, pelo trajeto geográfico, em que o território que acolhe o Caminho da Costa está sequencialmente representado, respeitando a ordem do percurso no terreno. A valorização do Caminho Português da Costa encontra-se integrada numa Rede Intermunicipal, da qual a Câmara Municipal de Matosinhos é parte integrante.
Quando: até 19 de maio
Onde: Loja Interativa de Turismo de Matosinhos

Exposição “Casa de Recordações - da Monarchia à Res Publica” – Museu da Quinta de Santiago
"A exposição “Casa de Recordações - da Monarchia à Res Publica” tem características de casa-museu e fundo documental. Integra objetos de antiquaria, curiosidades de cabinet, arte sacra dos sécs. XVI-XVIII (Flamenga e Portuguesa), papeleira setecentista de desenho erudito e fábrica portuense, peças decorativas, esculturas, pinturas (destacando-se a pictórica de grande formato e primeira linha autoral da Escola do Porto), bandas de allegro bordaliano, ready-made duchampiano, artefactos do quotidiano feitos tábulas votivas. A componente de tombo inclui materiais de interesse académico e cívico, diplomática, epistolografia, fotografia, filatelia, medalhística, numismática, filumenismo, pins, autocolantes, cartazes, gravuras, serigrafias, litografias, caricaturas, folhetos, panfletos, manuscritos, espécimes bibliográficos multivários e de suporte especializado.
A acumulação/selecção de referentes materializou-se nos últimos decénios. O corpus civicus restitui linguagens da Opressão, da Resistência e da Libertação, da Guerra e da Paz, repertório que noutros ciclos não seria fácil mostrar de forma aberta. O espólio de cariz político e histórico distribui-se por várias “praças”: ‘Praça da Monarchia’, ‘Praça do Império’, ‘Praças da República (28 de Maio, 14 de Maio, 25 de Abril, 5 de Outubro)’ . Para uns, estes módulos possibilitam um revi(ver) de idades obscuras e de períodos exaltantes. Para outros, parecerão espelhos retrovisores de uma terra ficcional.
O acervo (parte de património privado) foi reunido segundo critérios de busca e achamentos de circunstância. Tem como desígnio residenciar-se num espaço vocacionado para o artístico, o literário, a informação, a investigação."
Taxas: 1€ (entrada no Museu) + 1€ (visita guiada)/2€ (visita especial); Domingo das 10h às 13h entrada gratuita.
Quando: de 25 de abril a 30 de junho | horário: Terça a Domingo e Feriados das 10h às 13h e das 15h às 18h. Encerra à 2ªf.
Onde: Museu da Quinta de Santiago

Exposição Sinal - 100 anos de Design das Comunicações e dos Correios em Portugal – Casa do Design
A exposição “SINAL” abriu as portas em Matosinhos a 9 de março para mostrar como evoluiu o design das marcas, dos equipamentos, dos fardamentos e dos serviços.
Organizada pela Câmara Municipal de Matosinhos, pela Fundação Portuguesa das Comunicações e pela esad–idea, Investigação em Design e Arte, “SINAL – 100 Anos de Design das Telecomunicações e dos Correios em Portugal” estará patente até 14 de julho na Casa do Design, em Matosinhos, e mostra como a evolução tecnológica andou a par do desenvolvimento do design nacional e das principais correntes estéticas que lhe estão associadas.
Com curadoria de José Bártolo, a exposição cobre um período temporal que vai do final do século XIX à entrada no século XXI, explicitando de que modo as telecomunicações e os correios reconfiguraram a vida pública e privada do país. Da instituição do código postal à criação do Correio Azul, passando pela memória da empresa de Correios, Telégrafos e Telefones (CTT) e da TLP-Telefones de Lisboa e Porto, “SINAL” acompanha a par-e-passo uma história que, nos últimos 30 anos, foi capaz de alterar de forma radical o modo como vivemos e nos relacionamos.
Mais informação em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6073 
Quando: de 9 de março até 14 de julho de 2019 |
Onde: Casa do Design. horário: 2ªa 6ª feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Sábados, Domingos e Feriados: 15h00 às 18h00.

Exposição Joaquim Neves dos Santos no Castro de Guifões - Galeria Biblioteca Municipal Florbela Espanca
A galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca acolhe até 25 de maio mais uma exposição.
“Memórias do Monte Castêlo: 100 anos do nascimento de Joaquim Neves dos Santos” abriu portas no dia 29 de março, na Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, apresentando o património arqueológico do Castro de Guifões desde Joaquim Neves dos Santos até à investigação científica mais recente.
A exposição pretende, assim, divulgar o Castro do Monte Castêlo, a história da investigação arqueológica no local, e o trabalho de investigação arqueológica realizado pelo explorador, responsável também pela primeira Carta Arqueológica do Concelho de Matosinhos e por um levantamento exaustivo dos vestígios arqueológicos existentes no concelho. Os registos e descrições por ele legadas constituem, hoje, o único acesso possível a alguns vestígios do passado de Matosinhos, entretanto desaparecidos.
Quando: 29 de março até 25 de maio | horário: De 2ªf a 6ªf: 9h30 – 19h; Sábados: 09h30 – 12h30/ 13h30 – 17h30
Onde: Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca
Irradiações – Fabio Penteado” - Casa da Arquitectura
A Casa da Arquitectura inaugurou recentemente a exposição “Irradiações – Fabio Penteado” que fica patente até 26 de maio na Galeria da Casa. Com curadoria de Francesco Perrotta-Bosch, esta é a primeira exposição individual de Fabio Penteado (1929-2011) em Portugal e marca o início das celebrações dos 90 anos do arquiteto brasileiro.
Mais informações em: http://casadaarquitectura.pt/irradiacoes-fabio-penteado/ 
Quando: 23 de fevereiro a 26 de maio.
Onde: Casa da Arquitectura

Obra "Medida Incerta" – Esculturas de José Pedro Croft - Real Vinícola
Depois de ter representado Portugal na edição de 2017 da mais importante bienal do mundo, em Veneza, a obra “Medida Incerta”, de José Pedro Croft, já está na sua casa definitiva, na Real Vinícola, em Matosinhos.
Ao todo, são seis esculturas em aço, vidro e espelho, com medidas de três por seis metros ligadas a estacas, e que pesam 140 toneladas. O objetivo é refletir a realidade em seu redor.
A estrutura foi adquirida em março pela Câmara Municipal de Matosinhos.
Refira-se que José Pedro Croft é considerado o mais importante escultor português da geração surgida na década de 1980, tendo sido escolhido para criar a obra que representou Portugal na Bienal de Veneza deste ano.
“Medida Incerta” foi pensada para dar sequência à exposição de 2016, dedicada aos complexos habitacionais desenhados por Álvaro Siza Vieira, tendo estado instalada, durante a bienal, na Villa Hériot da ilha da Giudecca, a poucos metros de um projeto do arquiteto, com cuja métrica a obra de arte dialoga.
A instalação definitiva de “Medida Incerta” junto da Casa da Arquitectura, escolhida por José Pedro Croft, permite, assim, retomar o diálogo entre as duas artes, presente na sua génese. O curador da representação portuguesa em Veneza, João Pinharanda, salienta que, a despeito do “diálogo rítmico com a métrica” do projeto de Álvaro Siza, as esculturas de Croft “são claramente autónomas dessa referência”, desenvolvendo “metáforas de energia (aceleração, instabilização e efemeridade, vertigem ou multiplicação)”.
As peças de “Medida Incerta” foram visitadas em Veneza por 16.110 pessoas entre maio e novembro. As esculturas, com uma altura que ronda os oito metros, estão agora distribuídas pelo espaço do antigo quarteirão industrial de Matosinhos, reabilitado pela Câmara Municipal de Matosinhos para acolher a Casa da Arquitetura e a Orquestra Jazz de Matosinhos.
José Pedro Croft nasceu no Porto em 1958. Em 1981, concluiu o curso de pintura em Lisboa na Escola Superior de Belas Artes. A sua obra está representada em diversas coleções públicas e privadas, nomeadamente no Banco Central Europeu, em Frankfurt (Alemanha), no Museu Rainha Sofia, em Madrid (Espanha), no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Brasil) e na Coleção Albertina, em Viena (Áustria).
Em Portugal, está presente nas coleções da Caixa Geral de Depósitos, da Fundação Calouste Gulbenkian, do Museu Berardo e o Centro Cultural de Belém, em Lisboa, na coleção António Cachola, no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, e na Fundação de Serralves, no Porto, entre outras.
Quando: horário de inverno: de terça a sexta-feira – das 10h00 às 18h00/sábados, domingos e feriados – das 10h00 às 19h00
Onde: Edifício da Real Vinícola

“Dominguinhos” - Mar Shopping
Os Dominguinhos voltaram em 2019 e o Mar Shopping promove atividades lúdicas dedicadas aos mais novos onde estes poderão conhecer curiosidades sobre a natureza. Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. A entrada é livre.
Mais informações em: https://www.marshopping.com/pt-pt/matosinhos/events/dominguinhos-2019 
Quando: domingos, pelas 11 horas.
Onde: Mar Shopping

 

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title