Passar para o Conteúdo Principal
world best fish
logo world's best fish
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Máx C
Mín C
google plus

O que não pode perder este fim de semana em Matosinhos

Dsc01921 1 980 2500
08 Maio 2019


Festival LeV, feiras, concertos, exposições, desporto e muito mais estão à sua espera, este fim de semana, aqui, na terra do melhor peixe do mundo, Matosinhos!
Espreite algumas das nossas sugestões.


LeV - Literatura em Viagem – Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery
Artur Santos Silva, ex-presidente do conselho de administração da Fundação Gulbenkian, vai ser o protagonista da conferência inaugural da 13ª edição do festival Literatura em Viagem (LeV), que arranca esta sexta-feira, 10 de maio, em Matosinhos. A conferência terá lugar, como vem sendo hábito, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 21h30, após o que o festival se mudará para o Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery, onde decorrerão as restantes sessões.
O LeV tem este ano como tema «A última viagem» e contará com a participação de mais de duas dezenas de autores, entre os quais se destacam Alan Hollinghurst (vencedor do Man Booker Prize), Michael Cunningham (vencedor do Prémio Pulitzer) e Frederico Lourenço (vencedor do Prémio Pessoa).
Para facilitar o acesso ao Teatro Municipal de Matosinhos, os amantes dos livros e das viagens poderão usar o parque de estacionamento da lota (Rua Heróis de França) de forma gratuita, requerendo para isso, no teatro, o cartão que atesta a sua presença no festival.
O festival arranca no dia 10 de maio pela manhã, com as autoras Inês Botelho e Raquel Patriarca a visitarem escolas do concelho para explicarem aos mais novos as inúmeras relações que se estabelecem entre a viagem e a literatura.
Para além dos habituais debates e entrevistas, o LeV contará também, no sábado e no domingo, com um conjunto de atividades que marcam esta 13.ª edição, entre as quais se incluem uma oficina de tradução por Nuno Quintas; uma sessão de leituras pelo autor cabo-verdiano Silvino Évora; e o espetáculo «Na tua ou na minha língua», que conta com a participação de Fabio Guidetti, Maud Vanhauwaert, Pedro Viegas, Simone Atangana Bekono e Xénon Cruz, no âmbito do projeto internacional CELA — Connecting Emerging Literary Artists.
Mais informações em http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4977 
Pode ainda acompanhar todas as novidades desta edição na página de facebook do LeV, https://www.facebook.com/literaturaemviagem/ 
Quando: 10 a 12 de maio
Onde: Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos e Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery

Feira da Oferta Formativa "Escolhas com Futuro" – Parque Basílio Teles/Casa da Juventude de Matosinhos
Sob o mote “Escolhas com Futuro”, nos próximos dias 9 e 10 de maio realizar-se-á mais uma edição da Feira da Oferta Formativa, no Jardim Basílio Teles, mesmo em frente ao edifício dos Paços do Concelho.
Esta iniciativa constitui uma mostra dos projetos educativos e da oferta educativa e formativa das várias escolas e instituições do concelho, com particular destaque para a divulgação das ofertas formativas de dupla certificação.
O programa da Feira da Oferta Formativa inclui ainda conferências e vários workshops temáticos, nomeadamente de orientação vocacional, e speed datings com técnicos e profissionais de várias áreas, entre as quais ciência e tecnologia, saúde e desporto, hotelaria e turismo, justiça e segurança, ciências sociais, humanas e económicas e artes que, em formato de mesa redonda, permitirão aos jovens esclarecer dúvidas concretas relativamente à oferta formativa e às saídas profissionais.
Refira-se que o evento se vai realizar em simultâneo com a Feira da Proteção Civil, que decorre entre os dias 9 e 12 de maio no Parque Basílio Teles, pelo que se espera a participação de toda a comunidade educativa do concelho.
Mais informações e programa detalhado em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4964 
Quando: 9 de maio - 9h30 - 20h30/ 10 de maio - 9h30 - 18h00
Onde: Parque Basílio Teles/Casa da Juventude Matosinhos

Feira da Proteção Civil – Jardim Basílio Teles
É já a partir da próxima quinta-feira que o Jardim Basílio Teles, em Matosinhos, acolhe a X Feira da Proteção Civil.
Com este evento, a autarquia pretende sensibilizar a população em geral para o trabalho desenvolvido pela Proteção Civil no município, com vista à sensibilização para a segurança e proteção dos cidadãos.
O programa do evento centra-se em temáticas como os Incêndios, Prevenção Rodoviária, Segurança, Matérias Perigosas e Saúde.
Ao longo de quatro dias haverá várias ações de sensibilização, demonstrações, workshops, palestras e rastreios, com a participação de diversas entidades, entre elas, Bombeiros, Exército, Guarda Nacional Republicana, Polícia de Segurança Pública, Polícia Municipal de Matosinhos, Cruz Vermelha, entre outras.
Mais informações em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4967 
Quando: de 9 a 12 de maio, pelas 09h00 e 8 de abril, pelas 17h30
Onde: Jardim Basílio Teles

Exposição “A Floresta: Muito mais do que madeira” – Junto à Câmara Municipal de Matosinhos
A exposição “A Floresta: Muito mais do que madeira” inaugura já amanhã, 9 de maio, e vai estar de portas abertas até ao dia 26 de junho, mesmo em frente ao edifício da Câmara Municipal.
As florestas são os ecossistemas terrestres com maior diversidade do mundo. Conservam o património de milhares de milhões de anos de evolução. Em matéria de florestas, quase todas as paisagens europeias estão representadas em Espanha, e o resultado é uma das maiores biodiversidades da Europa.
Como é que uma árvore funciona? Como é que se forma o húmus? O que é a madeira? Das humildes minhocas, imprescindíveis ao fabrico do húmus, às árvores, as indiscutíveis protagonistas, esta exposição faz um percurso pelo complexo ecossistema chamado floresta.
A exposição também contempla as principais espécies arbóreas da Península, a sua ecologia e a sua ligação com o ser humano através de uma singular coleção, além de apresentar cinco das árvores mais singulares da Península Ibérica.
Mais informações e horários em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4973 
Quando: 9 de maio a 26 de junho
Onde: Junto à Câmara Municipal de Matosinhos

Ciclo de Piano com Fausto Neves – Real Vinícola
No dia 11 de maio, pelas 19h00, o pianista Fausto Neves levará a música clássica à Real Vinícola. Não perca esta oportunidade de ouvir música de incontornáveis autores da história da música, interpretadas por um dos melhores músicos portugueses.
Quando: 11 de maio, pelas 19h00
Onde: Real Vinícola

Grande Pesca Sonora- Casa da Arquitectura - Real Vinícola
“Memória de Peixe” é o tema da Grande Pesca Sonora de 2019, projeto do Programa Educativo da Orquestra Jazz de Matosinhos que se realiza desde 2014 com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. Depois de seis meses de trabalho intenso, com mais de 100 participantes, será apresentado o espetáculo final no dia 11 de maio, pelas 16h00, na Tanoaria, junto à Casa da Arquitectura.
Com idades entre os 1 e os 80 anos, os participantes são alunos da Escola Secundária Abel Salazar, Escola Secundária Augusto Gomes, Escola Secundária João Gonçalves Zarco, Escola de Música de Leça da Palmeira, Escola de Música Óscar da Silva, Jardim Escola João de Deus, Scholé, mas também, e pela primeira vez, elementos da Orquestra de Famílias de Matosinhos. Resultado de seis meses de trabalho com a equipa de formadores do Programa Educativo da OJM, coordenada por Jorge Queijo, “Memória de Peixe” desenvolve a vertente da música, escrita criativa, exploração de movimento e linguagens de programação aliadas à criação musical.
Do repertório fazem parte temas compostos pelos alunos, mas também músicas de Duke Ellington, Billy Rose e Lee David. Há ainda espaço para um discurso sobre a memória, escrito pelos estudantes, e uma performance da autoria de Henrique Apolinário.
Cada Grande Pesca Sonora parte de um tema vago, mas inspirador, que é desenvolvido e nutrido ao longo do ano letivo com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. Depois do ano zero (2014), da edição “Pregões e Padrões” (2015), “Missão ao Fundo do Mar” (2016) e “Plantas, Plantas com Música” (2017), “Velocidade de Cruzeiro” (2018), este ano o tema é “Memória de Peixe”.
A entrada é gratuita, mas limitada à lotação do espaço.
Quando: 11 de maio, pelas 16h00
Onde: Casa da Arquitectura - Real Vinícola

Torneio de Xadrez - Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos
O Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos acolhe a 11 de maio, das 8h30 às 18h00, um torneio de Xadrez, destinado aos alunos do primeiro ciclo do ensino básico e AEC que pretende estimular a competição pelo jogo de xadrez.
Quando: 11 de maio, das 8h30 às 18h00
Onde: Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos

Wave Series 2019 – Porto e Matosinhos
De março a outubro, cerca de 500 atletas irão competir em nove eventos de surf, stand up paddle e long board, com destaque para a Liga Meo Surf, o Circuito RIP CURL, o Circuito Surf do Norte ou o Campeonato Nacional de Longboard.
Haverá ainda cerca de 150 batismos de surf para crianças institucionalizadas, aulas de surf adaptado para 100 alunos, ações de sensibilização ambiental e de limpeza de praias, sunset parties com a presença de DJ’s workshops e o Parque Aventura.
As competições, eventos e atividades do Wave Series 2019 decorrerão nas praias de Matosinhos e Porto.
O próximo fim de semana ficará marcado pela realização do Surf Family Change, um campeonato por equipas entre pais e filhos que decorre durante o dia 11 de maio.
No domingo, dia 12 de maio, decorre também um Campeonato de Surf para cães.
Mais informações e programação: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6061 
Quando: de março a outubro de 2019
Onde: praias de Porto e Matosinhos

Primavera em Matosinhos – Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as zonas envolventes
A primavera instalou-se em Matosinhos para dar mais cor ao comércio tradicional. O programa de animação que a Câmara Municipal de Matosinhos preparou em parceria com a Associação Empresarial do Concelho de Matosinhos “Primavera em Matosinhos” arrancou no dia 30 de março e vai-se estender até meados de maio com muitas atividades previstas para o Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as suas zonas envolventes.
Valorizar o comércio tradicional, incentivar a atividade económica nas principais artérias comerciais e recuperar a memória coletiva de um dos mais antigos e emblemáticos polos do comércio tradicional são os principais objetivos deste programa de animação.
À semelhança do que já aconteceu na quadra natalícia, decorreu um concurso de montras dedicado ao “Dia da Mãe”, com prémios para a melhor montra.
Destaque ainda para a exposição “Memória(s) de uma Rua”, da autoria de Joel Cleto, inaugurada a 13 de abril, e que poderá ser apreciada ao longo da Rua Brito Capelo, ligando esta artéria ao Mercado Municipal.
Workshops, jogos tradicionais, música e passeios de bicicleta elétrica são outras das iniciativas previstas.
Mas as surpresas não se ficam por aqui. Até 18 de maio, quem fizer compras no comércio tradicional num valor superior a 20€, ficará habilitado a um vale de compras nas lojas aderentes. Durante o mesmo período, haverá ainda a distribuição de prémios imediatos.
Mais informações em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/1464?event_id=4920 
Quando: de 30 de março a 18 de maio
Onde: Mercado Municipal de Matosinhos, Rua de Brito Capelo e as suas zonas envolventes.

Semana da mãe – Piscinas municipais e ginásios municipais
De 5 a 11 de maio, as piscinas e ginásios municipais convidam as mães a participar nas aulas dos seus filhos, de modo a promover um clima familiar integrado na atividade física que os filhos desenvolvem. Uma iniciativa da Matosinhos Sport e da Câmara Municipal de Matosinhos, destinada aos clientes das piscinas e ginásios municipais, com entrada gratuita.
Para mais informações, dirija-se à receção da sua piscina ou ginásio municipal.
Quando: de 5 a 11 de maio
Onde: Piscinas municipais e ginásios municipais

DDD – Festival Dias da Dança - Matosinhos
O Festival DDD- Dias da Dança está de volta em 2019 e com muitas novidades. Este evento, resultante de uma parceria entre os municípios de Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia, apresenta-se, na sua quarta edição, de mãos dadas com o FITEI- Festival Internacional de Teatro e Expressão Ibérica.
Desde 24 de abril e até 12 de maio, o Festival DDD apresenta 42 espetáculos dentro e fora de portas, 21 atividades extra para todos os públicos e 6 workshops intensivos para profissionais.
Além dos espetáculos portugueses, são muitas as produções ou coproduções estrangeiras de países como Tailândia, China, Taiwan, Áustria, Bélgica, França, Brasil, Itália, Suécia, Espanha, Israel e Estados Unidos.
Destaque para os seis espetáculos em Matosinhos, em locais como o Teatro Municipal de Matosinhos- Constantino Nery, a Casa da Arquitectura e a Marginal de Matosinhos.
Mais informações em http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6112  e em https://www.festivalddd.com/ 
Quando: 24 de abril a 12 de maio
Onde: vários locais de Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia

Exposição “Casa de Recordações - da Monarchia à Res Publica” – Museu da Quinta de Santiago
“Casa de Recordações - da Monarchia à Res Publica” reúne no Museu da Quinta de Santiago um acervo fantástico de objetos de outros tempos, da arte sacra aos autocolantes políticos do período pós-25 de Abril.
Arte sacra portuguesa e flamenga dos séculos XVI a XVIII, peças decorativas, esculturas, pinturas, artefactos do quotidiano, fotografias, selos, medalhas e moedas, mas também pins, autocolantes, cartazes, gravuras, serigrafias, litografias, caricaturas, folhetos, panfletos e manuscritos. O acervo reunido por César Príncipe, jornalista, colecionador e divulgador cultural, compõe a exposição “Casa de Recordações - da Monarchia à Res Publica”, que abriu as portas no dia 25 de abril, no Museu da Quinta de Santiago.
Integrada no programa municipal de comemoração dos 45 anos de revolução de 25 de abril de 1974, a exposição ficará patente até 30 de junho, dando a conhecer um impressionante percurso por cerca de quatro séculos de História e de histórias. Mais do que ícones do seu tempo, os objetos reunidos por César Príncipe pretendem constituir-se como janelas abertas para o tempo passado, instigando os visitantes a refletir, investigar e descobrir.
Assente em três núcleos fundamentais – “Praça da Monarchia”, “Praça do Império” e “Praças da República” –, a exposição passa em revista objetos, documentos e obras de arte que cobrem um período que vai do século XVI ao final do século XX. Dos pesados livros que guardam as linhagens da monarquia e da casa real portuguesa aos autocolantes da campanha presidencial de Otelo Saraiva de Carvalho, César Príncipe recolheu e colecionou quase tudo o que encontrou pela frente, incluindo escarradeiras portáteis, caixas de rapé, discos de vinil com discursos do Movimento das Forças Armadas, revistas, edições raras de livros imortais, bolas de futebol, o último manual escolar da monarquia, panfletos da resistência clandestina a Salazar ou cartas a aprazar duelos.
Não faltam também as obras de arte, de uma estatueta equestre de Gustavo Bastos a um dos muitos cavalos que Álvaro Siza Vieira desenhou, sem esquecer a documentação sobre os ofícios mais ou menos tradicionais, iconografia relativa à evolução do papel da mulher na sociedade ou uma sala dedicada à memória local do Porto e de Matosinhos. O resultado assemelha-se ao cruzamento de um fascinante inventário de bricabraque com a nostalgia minuciosa de um arquivista.
Taxas: 1€ (entrada no Museu) + 1€ (visita guiada) /2€ (visita especial); Domingo das 10h às 13h entrada gratuita.
Quando: de 25 de abril a 30 de junho | horário: Terça a Domingo e Feriados das 10h às 13h e das 15h às 18h. Encerra à 2ªf.
Onde: Museu da Quinta de Santiago

“Brito Capelo: memória(s) de uma rua” - Matosinhos
A exposição “Brito Capelo: memória(s) de uma rua”, que permite fazer uma visita às memórias da Brito Capelo, pode ser visitada até ao final do verão.
Composta por reproduções de pinturas, cartas e fotografias do Arquivo Municipal de Matosinhos, a exposição estende-se entre a chamada rotunda da anémona (a Praça Cidade S. Salvador) e o Mercado Municipal de Matosinhos, percorrendo a história e a memória de uma rua com um lugar privilegiado na identidade da cidade.
Do carreiro de terra batida que era atravessado pelo comboio que transportava os materiais para a construção do Porto de Leixões à chegada do metropolitano de superfície, a exposição passa revista aos vários momentos da vida de uma artéria que os matosinhenses guardam no coração. A chegada das conserveiras e dos armazéns de vinhos, a linha 19 do elétrico que trazia do Porto os veraneantes que enchiam a praia, os desfiles, as paradas, as tradições, as procissões ou o tempo em que a entrada para as Festas do Senhor de Matosinhos se fazia pelo cruzamento com a Rua do Godinho são alguns dos momentos recordados pela exposição “Brito Capelo: memória(s) de uma rua”.
Refira-se que “Brito Capelo: memória(s) de uma rua” integra o programa Primavera em Matosinhos, a decorrer desde 30 de março e que pretende dinamizar e revitalizar o comércio tradicional e local.
Quando: até ao final do verão
Onde: Rua Brito Capelo

Festas de aniversário no museu: “O museu é mais velho do que eu!” – Museu da Quinta de Santiago
O Museu da Quinta de Santiago promove festas de aniversário para crianças dos 6 aos 12 anos. As festas infantis incluem uma visita especial ao museu ou à cascata gigante e a realização de uma oficina. Os preços dependem do número de participantes: até 15 crianças: 5€ cada e a partir de 16 participantes: 4,50€, com um mínimo de 10 e máximo de 25 crianças. Para mais informações contatar casadobosque@cm-matosinhos.pt  ou pelo telefone 229 392 410.
Quando: sábados, 11 e 25 de maio, das 10h00 às 13h00 ou das 15h00 às 18h00.
Onde: Museu da Quinta de Santiago | Espaço Irene Vilar

Vem Descobrir a Cascata Gigante – Museu da Quinta de Santiago / Espaço Irene Vilar
Doada ao Museu em maio de 2010, a Cascata Gigante, com cerca de 15m2, é uma reconstrução representativa da Leça de inícios do séc. XX, construída por José Moreira ""o mais velho cascateiro de Leça, localidade em que está ainda muito arreigada a tradição da montagem de grandes cascatas leceiras. Dominam as representações de pormenores, monumentos, tradições e episódios históricos de Leça da Palmeira."
ATIVIDADE: Visita à Cascata Gigante; Atividade de expressão plástica: modelagem em barro ou gesso.
Atividade: 1€ visita guiada + 2€ Atelier l p/ participante. Nº mín. de participantes:5.
Nº max.de participantes: 20. Inscrição Obrigatória. A ação é gratuita para escolas do concelho de Matosinhos; Visita: 1€
Quando: Atividade: Terça a Sexta: 10H-12H/15H - 17H ; Visita: Terça a Domingo e Feriado: 10h-13h/15h - 18h
Onde: Museu da Quinta de Santiago / Espaço Irene Vilar

Feira de produtos biológicos – Jardim Basílio Teles
Aos sábados, das 9h00 às 14h00, no Jardim Basílio Teles, realiza-se uma feira de produtos hortícolas produzidos em agricultura biológica, onde poderá encontrar alternativas de alimentação mais saudável e saborosa.
Quando: sábados das 9h00 às 14h00
Onde: Jardim Basílio Teles

“Em cada passo, um sentido” - Exposição do Caminho Português da Costa – Loja Interativa de Turismo de Matosinhos
Matosinhos recebe a exposição “Em cada passo, um sentido” do Caminho Português da Costa.
A Loja Interativa de Turismo de Matosinhos terá em exibição até 19 de maio, a exposição itinerante “Em cada passo, um sentido”, do Caminho Português da Costa.
Esta exposição singular pretende dar a conhecer o Caminho Português da Costa, através do olhar de um verdadeiro peregrino, António Luís Campos, autor das fotografias patentes. Este fotógrafo profissional da vida natural e paisagística, que colabora com publicações como a National Geographic, e que, paralelamente, exerce a atividade de líder de viagens, apresenta a experiência do Caminho Português da Costa, de uma forma peculiar, dando um sentido único a esta rota histórica, tornando-a numa vivência memorável. O objetivo é transportar os visitantes através do Caminho, quer pela experiência visual, como auditiva e até mesmo pela tátil que é proporcionada, pelo trajeto geográfico, em que o território que acolhe o Caminho da Costa está sequencialmente representado, respeitando a ordem do percurso no terreno. A valorização do Caminho Português da Costa encontra-se integrada numa Rede Intermunicipal, da qual a Câmara Municipal de Matosinhos é parte integrante.
Quando: até 19 de maio
Onde: Loja Interativa de Turismo de Matosinhos

Exposição Sinal - 100 anos de Design das Comunicações e dos Correios em Portugal – Casa do Design
A exposição “SINAL” abriu as portas em Matosinhos a 9 de março para mostrar como evoluiu o design das marcas, dos equipamentos, dos fardamentos e dos serviços.
Organizada pela Câmara Municipal de Matosinhos, pela Fundação Portuguesa das Comunicações e pela esad–idea, Investigação em Design e Arte, “SINAL – 100 Anos de Design das Telecomunicações e dos Correios em Portugal” estará patente até 14 de julho na Casa do Design, em Matosinhos, e mostra como a evolução tecnológica andou a par do desenvolvimento do design nacional e das principais correntes estéticas que lhe estão associadas.
Com curadoria de José Bártolo, a exposição cobre um período temporal que vai do final do século XIX à entrada no século XXI, explicitando de que modo as telecomunicações e os correios reconfiguraram a vida pública e privada do país. Da instituição do código postal à criação do Correio Azul, passando pela memória da empresa de Correios, Telégrafos e Telefones (CTT) e da TLP-Telefones de Lisboa e Porto, “SINAL” acompanha a par-e-passo uma história que, nos últimos 30 anos, foi capaz de alterar de forma radical o modo como vivemos e nos relacionamos.
Mais informação em: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/242?news_id=6073 
Quando: de 9 de março até 14 de julho de 2019 |
Onde: Casa do Design. horário: 2ªa 6ª feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Sábados, Domingos e Feriados: 15h00 às 18h00.

Exposição Joaquim Neves dos Santos no Castro de Guifões - Galeria Biblioteca Municipal Florbela Espanca
A galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca acolhe até 25 de maio mais uma exposição.
“Memórias do Monte Castêlo: 100 anos do nascimento de Joaquim Neves dos Santos” abriu portas no dia 29 de março, na Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, apresentando o património arqueológico do Castro de Guifões desde Joaquim Neves dos Santos até à investigação científica mais recente.
A exposição pretende, assim, divulgar o Castro do Monte Castêlo, a história da investigação arqueológica no local, e o trabalho de investigação arqueológica realizado pelo explorador, responsável também pela primeira Carta Arqueológica do Concelho de Matosinhos e por um levantamento exaustivo dos vestígios arqueológicos existentes no concelho. Os registos e descrições por ele legadas constituem, hoje, o único acesso possível a alguns vestígios do passado de Matosinhos, entretanto desaparecidos.
Quando: 29 de março até 25 de maio | horário: De 2ªf a 6ªf: 9h30 – 19h; Sábados: 09h30 – 12h30/ 13h30 – 17h30
Onde: Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca

Exposição “Uma coisa/ One Thing” - José Predro Croft – Galeria Municipal de Matosinhos
Duas esculturas em aço, vidro e espelho, dezoito gravuras de diferentes formatos e um desenho compõem a exposição “Uma Coisa/One Thing”, que traz à Galeria Municipal de Matosinhos o resultado da exploração artística de José Pedro Croft em torno das relações entre a arte, a arquitetura e o espaço. Com a curadoria a cargo de Delfim Sardo, a exposição foi inaugurada a 30 de março e ficará patente até ao dia 11 de maio.
José Pedro Croft, recorde-se, é autor do conjunto escultórico “Medida Incerta”, que representou Portugal na Bienal de Veneza de 2017. A obra foi adquirida pela Câmara Municipal de Matosinhos e instalada no conjunto cultural da Real Vinícola, junto à Casa da Arquitectura-Centro Português de Arquitectura, a fim de sublinhar, precisamente, a relação que a peça estabelece com a métrica da arquitetura de Álvaro Siza Vieira.
A exposição “Uma Coisa/One Thing” dá, assim, sequência à colaboração iniciada em Veneza e ao programa cultural que presidiu à aquisição de “Medida Incerta”, permitindo aprofundar a perceção da importância do cruzamento de perspetivas na obra de José Pedro Croft.
A entrada livre.
Quando: de 30 de março até 11 de maio | horário: 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30; sábados, domingos e feriados, das 15h00 às 18h00
Onde: Galeria Municipal de Matosinhos

Irradiações – Fabio Penteado” - Casa da Arquitectura
A Casa da Arquitectura inaugurou recentemente a exposição “Irradiações – Fabio Penteado” que fica patente até 26 de maio na Galeria da Casa. Com curadoria de Francesco Perrotta-Bosch, esta é a primeira exposição individual de Fabio Penteado (1929-2011) em Portugal e marca o início das celebrações dos 90 anos do arquiteto brasileiro.
Mais informações em: http://casadaarquitectura.pt/irradiacoes-fabio-penteado/ 
Quando: 23 de fevereiro a 26 de maio.
Onde: Casa da Arquitectura

Obra "Medida Incerta" – Esculturas de José Pedro Croft - Real Vinícola
Depois de ter representado Portugal na edição de 2017 da mais importante bienal do mundo, em Veneza, a obra “Medida Incerta”, de José Pedro Croft, já está na sua casa definitiva, na Real Vinícola, em Matosinhos.
Ao todo, são seis esculturas em aço, vidro e espelho, com medidas de três por seis metros ligadas a estacas, e que pesam 140 toneladas. O objetivo é refletir a realidade em seu redor.
A estrutura foi adquirida em março pela Câmara Municipal de Matosinhos.
Refira-se que José Pedro Croft é considerado o mais importante escultor português da geração surgida na década de 1980, tendo sido escolhido para criar a obra que representou Portugal na Bienal de Veneza deste ano.
“Medida Incerta” foi pensada para dar sequência à exposição de 2016, dedicada aos complexos habitacionais desenhados por Álvaro Siza Vieira, tendo estado instalada, durante a bienal, na Villa Hériot da ilha da Giudecca, a poucos metros de um projeto do arquiteto, com cuja métrica a obra de arte dialoga.
A instalação definitiva de “Medida Incerta” junto da Casa da Arquitectura, escolhida por José Pedro Croft, permite, assim, retomar o diálogo entre as duas artes, presente na sua génese. O curador da representação portuguesa em Veneza, João Pinharanda, salienta que, a despeito do “diálogo rítmico com a métrica” do projeto de Álvaro Siza, as esculturas de Croft “são claramente autónomas dessa referência”, desenvolvendo “metáforas de energia (aceleração, instabilização e efemeridade, vertigem ou multiplicação)”.
As peças de “Medida Incerta” foram visitadas em Veneza por 16.110 pessoas entre maio e novembro. As esculturas, com uma altura que ronda os oito metros, estão agora distribuídas pelo espaço do antigo quarteirão industrial de Matosinhos, reabilitado pela Câmara Municipal de Matosinhos para acolher a Casa da Arquitetura e a Orquestra Jazz de Matosinhos.
José Pedro Croft nasceu no Porto em 1958. Em 1981, concluiu o curso de pintura em Lisboa na Escola Superior de Belas Artes. A sua obra está representada em diversas coleções públicas e privadas, nomeadamente no Banco Central Europeu, em Frankfurt (Alemanha), no Museu Rainha Sofia, em Madrid (Espanha), no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Brasil) e na Coleção Albertina, em Viena (Áustria).
Em Portugal, está presente nas coleções da Caixa Geral de Depósitos, da Fundação Calouste Gulbenkian, do Museu Berardo e o Centro Cultural de Belém, em Lisboa, na coleção António Cachola, no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, e na Fundação de Serralves, no Porto, entre outras.
Quando: horário de inverno: de terça a sexta-feira – das 10h00 às 18h00/sábados, domingos e feriados – das 10h00 às 19h00
Onde: Edifício da Real Vinícola

“Dominguinhos” - Mar Shopping
Os Dominguinhos voltaram em 2019 e o Mar Shopping promove atividades lúdicas dedicadas onde os mais novos poderão conhecer curiosidades sobre a natureza. Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. A entrada é livre.
Mais informações em: https://www.marshopping.com/pt-pt/matosinhos/events/dominguinhos-2019 
Quando: domingos, pelas 11 horas.
Onde: Mar Shopping

 

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title