Passar para o Conteúdo Principal
o que fazer
logo world's best fish
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Máx C
Mín C
Instagram

Troubles

As minhas visitas

destaquecartaz_troubles2
Datas
16 e 17.10.20

Agnès Limbos_ Compagnie Gare Centrale, Bélgica

Troubles
Agnès Limbos_ Compagnie Gare Centrale, Bélgica
01.05h | M_12

Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery
16 Out. e 17 Out._21.30h

Eles tinham planeado tudo…
Nova Iorque, por volta da meia-noite, entre o fumo do cigarro e uma bruma noturna, um casal recém-casado, embarca numa longa noite de casamento que sonham perfeita, à Hollywood.
Mas o mundo cor-de-rosa torna-se cinzento quando um lobo de olhos vermelhos se senta à sua mesa, levando-os do sublime ao abismo.

Nesta vertigem em que o medo se torna quase engraçado, eles tentam, o melhor que podem, reencontrar o seu equilíbrio, para o melhor e para o pior. À distância, uma tempestade ribomba.

Agnès Limbos criou a Compagnie Gare Centrale em Bruxelas em 1984. Desenvolveu uma abordagem especial como atriz – artista de teatro. Especializou-se no teatro de objetos desenvolvendo esta forma que mistura a performance com a manipulação de objetos. Desde a fundação da companhia todos os espetáculos se distinguiram imediatamente em numerosos festivais de teatro, de marionetas, ou de teatro para a infância fora da Bélgica.
Um filho do baile – o pai, Steve, saxofonista e flautista de jazz, a mãe produtora de espetáculos – Greg Houben é um artista multifacetado. Tendo estudado trompete, escolhe as suas canções pelo amor pelas palavras, melodias e histórias. Mas o seu coração balança sempre entre a música e o teatro, entre o jazz e a canção francesa, entre a sua Bélgica nativa e o Brasil.

Ficha Artística
De e com Agnès Limbos e Gregory Houben
À mesa: Agnès Limbos e Gregory Houben
No trompete: Gregory Houben
Encenação: Sabine Durand
Figurinos: Françoise Colpé
Conceção, cenografia e adereços: Agnès Limbos
Desenho de luz: Karl Descarreaux
Técnico: Karl Descarreaux
Efeitos especiais: Nicole Eeckhout
Fotografia: Mélanie Rutten
Objeto luminoso: Maria Brouillard
Agradecimento a Marie Kateline Rutten
Coprodução: Théâtre de la Balsamine (Bruxelas, BE)

 

MASTERCLASS
Agnès Limbos · BE
17 Out · 15h · Destinatários: atores, marionetistas, performers, artistas visuais · Inscrição obrigatória
 por email: teatro.constantino.nery@cm-matosinhos.pt 
Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery
150' · M16

Neste encontro com Agnès Limbos, os participantes terão a oportunidade de conhecer o percurso desta artista incontornável do teatro de objetos. Ficaremos a compreender melhor as suas práticas artísticas, as suas inquietações éticas e poéticas assim como alguns aspectos fundamentais do seu trabalho singular.
Agnès Limbos criou a Compagnie Gare Centrale em Bruxelas em 1984. Desenvolveu uma abordagem especial como atriz – artista de teatro. Especializou-se no teatro de objetos desenvolvendo esta forma que mistura a performance com a manipulação de objetos. Desde a fundação da companhia todos os espetáculos se distinguiram imediatamente em numerosos festivais de teatro, de marionetas, ou de teatro para a infância fora da Bélgica.

 

 

cartaz-troubles2

Telefone
Telemóvel
Horário

21h30

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visitas
0 visitas
Total de Visualizações
3 visualizações

Sugestões