Passar para o Conteúdo Principal
world best fish
logo world's best fish
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Máx C
Mín C
Instagram

O que não pode perder este fim de semana em Matosinhos

Dest 1 980 2500
12 Fevereiro 2020

Venha celebrar o dia mais romântico do ano a Matosinhos, onde encontrará as melhores iguarias de chocolate e ótimas sugestões para um dia agradável com a sua cara metade ou em família. Espreite aqui as sugestões para o próximo fim de semana.

7ª edição da Festa Chocolate - junto à Câmara Municipal de Matosinhos


A Festa do Chocolate regressou a Matosinhos, e promete as mais variadas declinações do mais famoso produto do cacau: bombons, bombocas, tabletes, brigadeiros, chocolate quente ou frio e muitas outras iguarias.
Tendo-se afirmado nos últimos anos como uma das mais apetecidas e visitadas atrações de Matosinhos, a Festa do Chocolate decorre de 8 a 25 de fevereiro e inclui espaços de degustação, workshops destinados aos mais novos e momentos de showcooking, prometendo animação e doçura em doses equivalentes. Está ainda disponível um espaço lounge para que o melhor chocolate da estação possa ser consumido com a tranquilidade que as coisas doces merecem.
Esta iniciativa resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Matosinhos e a associação Andarte. A entrada é gratuita.
Quando: 8 a 25 de fevereiro. Segunda a quinta das 12h às 23h; Sexta das 12h às 24h; Sábado das 11h às 24h ; Domingo das 11h às 23h| Entrada gratuita.
Onde: junto à Câmara Municipal de Matosinhos

Autobiografia Autorizada - Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery


O Teatro Municipal de Matosinhos recebe já no próximo fim de semana, pelas 21h30, “Autobiografia Autorizada”, um espetáculo comemorativo dos 40 anos de carreira de Paulo Betti, construído pelo próprio ator.
"Vindo de um mundo rural, no qual o avô, imigrante italiano trabalhava a meia para um fazendeiro negro, Paulo Betti, filho mais novo e temporão de uma camponesa analfabeta mãe de 15 filhos e de um pai esquizofrênico, contra todas as probabilidades, alcança uma carreira de enorme sucesso nacional e internacional.
Neste testemunho pessoal e íntimo, com humor, poesia e dor, mergulha na vida de seus pais, avós e muitos outros personagens inusitados e nos apresenta um extraordinário espetáculo que nos leva do drama ao riso numa viagem ao Brasil profundo."
Quando: 15 de fevereiro pelas 21h30
Onde: Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery

Cerimónia de assinatura do “Contrato de Depósito do Acervo João Luís Carrilho da Graça” – Casa da Arquitectura


O acervo de mais de 40 anos de atividade profissional do arquiteto João Luís Carrilho da Graça vai passar a fazer parte do Arquivo da Casa da Arquitectura já a partir do próximo dia 15 de fevereiro.
A cerimónia de assinatura do contrato de depósito do acervo vai decorrer pelas 15h30, no Arquivo da Casa da Arquitectura e a apresentação da obra estará a cargo de Delfim Sardo.
O acervo de João Luís Carrilho da Graça que agora chega à Casa da Arquitectura é produto de mais de 40 anos do seu trabalho e contempla cerca de trezentos projetos, mais de uma centena dos quais tendo resultado de concursos públicos. O extenso conjunto de planos foi feito para diversos países, Espanha, França, Chipre, Itália, Suíça, Bélgica, Holanda, Alemanha, Áustria, Hungria, Finlândia, Egipto, Brasil e Estados Unidos da América, mas a grande maioria diz respeito ao território nacional, incluindo projetos bem conhecidos pelo público português, como as Piscinas em Campo Maior (1982-1990), a Ponte sobre a Ribeira da Carpinteira na Covilhã (2003-2009) ou o Terminal de Cruzeiros em Lisboa (2010-2018).
Quando: 15 de fevereiro, pelas 15h30
Onde: Casa da Arquitectura

"Arquitetura Enquadrada"- Debate na Casa da Arquitectura


“Arquitetura Enquadrada” é o tema do debate que no dia 15 de fevereiro, às 17h30, reúne vários profissionais da fotografia na Casa da Arquitectura. Duarte Belo, Juan Rodríguez, Paulo Catrica e Roberto Collovà, sob a moderação de Carlos Machado, serão os intervenientes desta conversa integrada no programa paralelo da exposição “Souto de Moura – Memória, Projectos, Obras”.
A fotografia é hoje um meio de divulgação global da arquitectura. Além daquilo que mostra, ou descreve, a fotografia transmite também um olhar pessoal sobre o mundo. Neste debate procuram-se respostas para algumas questões suscitadas em torno da fotografia de Arquitectura. Os fotógrafos convidados, que têm em comum o facto de terem fotografado a obra de Eduardo Souto de Moura, farão uma intervenção inicial sobre o trabalho de cada um. Seguir-se-á uma conversa entre todos sobre a fotografia de arquitectura.
Mais informações em: http://casadaarquitectura.pt/arquitetura-enquadrada-tema-do-debate-fotografia-arquitetura-integrado-no-programa-paralelo-da-expoiscao-souto-moura/ 
Quando: 15 de fevereiro, pelas 17h30
Onde: Espaço Tanoaria - Casa da Arquitectura

Matosinhos International NPK Karate Open - Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos


Matoisnhos recebe já no próximo sábado uma competição internacional de karaté. A competir no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos estarão alguns dos melhores do mundo em Karaté.
A organização é do Núcleo Português de Karaté em cooperação com a AKM – Academia de Karaté de Matosinhos e a Federação Nacional de Karaté Portugal e o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos e da Matosinhos Sport - Empresa Municipal de Desporto

Quando: 15 fevereiro
Onde: Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos - Nave Costa Pereira

Campeonato Regional Lohan Tao Kempo - Pavilhão Municipal de Guifões


O Pavilhão Municipal de Guifões recebe a 15 de fevereiro o Campeonato Regional Lohan Tao Kempo
A iniciativa conta com a organização da Federação Portuguesa de Lohan Tao Kempo e o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos e da Matosinhos Sport.
Quando: 15 de fevereiro
Onde: Pavilhão Municipal de Guifões

Monitorizar o Mar para prevenir o risco - Exposição Itinerante - CMIA Matosinhos


A exposição “Monitorizar o Mar para prevenir o risco” pretende sensibilizar para a importância da monitorização costeira, marítima e oceânica, com relevância social elevada, desde a avaliação de poluentes marinhos, à dispersão de potentes toxinas que se podem acumular no pescado e marisco, até à erosão da costa e o impacto nas populações costeiras.
A exposição refere, também, o futuro da monitorização oceânica nas diferentes áreas, e ainda, que a Educação Ambiental pode dar um contributo significativo para a conservação dos Oceanos, principalmente em relação às alterações climáticas e à poluição por plásticos.
Entrada livre.
Mais informações em: http://www.cmia-matosinhos.net 
Quando: de 13 de fevereiro até 16 de setembro | horário: segunda e sexta 9h30-12h30 e 14h00-17h30
Onde: CMIA Matosinhos, rua Alfredo Cunha (sob a Biblioteca Municipal Florbela Espanca)

Exposição “Da Luz e das Sombra” do designer gráfico Manuel Lapa – Casa do Design


Nome cimeiro da história visual portuguesa contemporânea, Manuel Lapa (1914-1979) exerceu uma atividade prolífica e marcante entre as décadas de 1940 e 70, tendo-se destacado na produção de trabalhos icónicos ao serviço da propaganda do Estado Novo, de que a direção de arte da Exposição do Mundo Português (1940) é o expoente máximo. O seu trabalho, no entanto, não se limitou à colaboração com o regime, tendo sido vasto e diversificado nas áreas da ilustração e design editorial ou até da hagiografia e do figurinismo para cinema.
A exposição 'Da Luz e das Sombras', com curadoria de Jorge Silva, organizada em parceria pelas Câmaras Municipais de Matosinhos e de Setúbal e pela esad–idea, Investigação em Design e Arte, apresenta 34 originais de Manuel Lapa, entre desenhos e maquetes; 66 impressões digitais em papel, a partir de ilustrações de livros; 56 peças impressas, entre cartazes, livros e revistas; e ainda três ilustrações em vinil recortado, de grandes dimensões. Um total de 156 peças em exposição.
Tendo sido apresentada ao público pela primeira vez no âmbito da Festa de Ilustração de Setúbal 2019, 'Da Luz e das Sombras' está patente na Casa do Design Matosinhos até 22 de março de 2020. A entrada é livre.
O catálogo da exposição — Manuel Lapa – Ilustração, Arranha-Céus Editora —, com edição de Jorge Silva, apresenta cerca de 300 peças.
Quando: até 22 de março. Horário: segunda a sexta-feira – das 09h00 às 12h30, das 14h00 às 17h30; sábados e domingos, das 15h00 às 18h00.
Onde: Casa do Design

Exposição "Y, Desenhar Portugal" da PDB (Porto DesignBienal) - Galeria Municipal de Matosinhos


A exposição “Y, Desenhar Portugal”, patente na Galeria Municipal de Matosinhos, abre o debate sobre o ensino do design, numa mostra crítica do que se fez nos últimos três anos, ilustrando as preocupações da 'Geração Y'. De 35 instituições contactadas, estão em exposição as propostas de 26 escolas, num total de 142 trabalhos submetidos e 60 projetos selecionados.
“Y, Desenhar Portugal” — Projetos de Escolas de Design Nacionais — tem como curadores Francisco Providência, Rui Costa, Joana Quental (investigadores do ID+ e docentes na Universidade de Aveiro).
Mais informação em: https://portodesignbiennale.pt/pt/events/y-desenhar-portugal 
Quando: até 23 de fevereiro de 2020. 2ª a 6ª feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. sábados, domingos e feriados das 15h00 às 18h00.
Onde: Galeria Municipal de Matosinhos

Exposição “As Famílias de Augusto Gomes” – Museu da Quinta de Santiago


A exposição “As Famílias de Augusto Gomes” , com curadoria de A. Cunha e Silva, está patente no Museu da Quinta de Santiago, em Leça da Palmeira, até ao dia 23 de fevereiro.
Augusto Gomes, consciente da mescla heterogénea de pescadores que sazonalmente habitam na terra e navegam no mar de Matosinhos, retirou dessa vivência um universo iconográfico: do lugar, do gesto e da dor.
Aos olhos do pintor, esta mancha humana, multicolor, também estética, diversificada e rica, mostrava-se nos seus apetrechos de pesca, modos de vestir, expressões de sentir e de estar.
Serviu-se desta pesquisa para a criação e objetivos de trabalho que na época impunha o neo-realismo. Augusto Gomes conhecia os ventos, as nuvens e o mar, e só um pintor assim, salgado em imagens reais, poderia ter realizado uma obra autêntica das famílias dos homens e mulheres do mar.
Augusto Gomes de Oliveira nasceu em Matosinhos a 12 de julho de 1910 e morreu na sua terra natal a 20 de outubro de 1976. Formou-se em pintura na Escola de Belas-Artes do Porto com a classificação final de vinte valores. Foi professor em algumas escolas industriais e na Escola de Belas-Artes do Porto tendo, em 1957, entrado como Assistente e mais tarde, em 1962, sido nomeado professor após concurso.
A fase inicial da sua obra, nos anos 30, foi profundamente marcada pela tendência naturalista vigente, enformada pela estética pós-impressionista de Paul Cézanne e de Van Gogh. A partir dos anos 50, desenvolve uma aproximação ao neorrealismo, uma tendência artística que conhecia, então, grande aceitação.
A pintura de Augusto Gomes identifica-se como uma iconografia do quotidiano, na qual o recurso à simplificação das formas é prática corrente. O dia a dia do povo, particularmente das mulheres da sua terra natal, dos pescadores e as paisagens de Matosinhos, é encenado dramaticamente em pinturas onde predominam cores surdas e texturas rudes.
Alguns dos seus trabalhos figuram em coleções particulares de Portugal, Brasil e Estados Unidos da América do Norte e nos museus de Bragança, Luanda e Soares dos Reis, no Porto.
Entrada: 1€ + 1€ (visita guiada) ou 2€ (visita especial); Domingos, 15h-18h, entrada no Museu gratuita; Portadores de Matosinhos Jovem e Matosinhos Sénior: 50% desconto nas visitas.
Serviço Educativo: por marcação de terça a sexta das 10h às 13h e das 15h às 18h - casadobosque@cm-matosinhos.pt 
Mais informações : tel: (+351) 229392410; e-mail: museuqsantiago@cm-matosinhos.pt 
Quando: de 16 de novembro até 23 de fevereiro de 2020 | Horário: terça a sexta, das 10h às 13h e das 15h às 18h; sábado, domingo e feriados das 15h às 18h; encerra às segundas, dias 24, 25 e 26 de dezembro e 1 de janeiro.
Onde: Museu da Quinta de Santiago

Feira de produtos biológicos – Jardim Basílio Teles


Aos sábados, das 9h00 às 14h00, no Jardim Basílio Teles, realiza-se uma feira de produtos hortícolas produzidos em agricultura biológica, onde poderá alternativas de alimentação mais saudável e saborosa.
Quando: sábados das 9h00 às 14h00
Onde: Jardim Basílio Teles

Vem Descobrir a Cascata Gigante - Museu da Quinta de Santiago/ Espaço Irene Vilar


Doada ao Museu em maio de 2010, a Cascata Gigante, com cerca de 15m2, é uma reconstrução representativa da Leça de inícios do séc. XX, construída por José Moreira ""o mais velho cascateiro de Leça, localidade em que está ainda muito arreigada a tradição da montagem de grandes cascatas leceiras. Dominam as representações de pormenores, monumentos, tradições e episódios históricos de Leça da Palmeira."
Quando: até 29 de fevereiro
Visitas: terça a sexta 10h00-13h00 e 15h00-18h00; sábados, domingos e feriados 15h00-18h00. Encerra às segundas, Atividade: terça a sexta 10h00-12h00 e 15h00-17h00. 1€ (visita) + 1€ visita guiada) ou 2€ (ateliê - por participante);
Onde: Museu da Quinta de Santiago / Espaço Irene Vilar

Festas de aniversário no museu: “O museu é mais velho do que eu!” – Museu da Quinta de Santiago


O Museu da Quinta de Santiago promove festas de aniversário para crianças dos 6 aos 12 anos. As festas infantis incluem uma visita especial ao museu ou á cascata gigante e a realização de uma oficina. Os preços dependem do número de participantes: até 15 crianças: 5€ cada e a partir de 16 participantes: 4,50€, com um mínimo de 10 e máximo de 25 crianças. Para mais informações contatar casadobosque@cm-matosinhos.pt ou pelo telefone 229 392 410.
Quando: sábados, 15, 22 e 29 de fevereiro, das 10h00 às 13h00 ou das 15h00 às 18h00.
Onde: Museu da Quinta de Santiago | Espaço Irene Vilar

EXPOSIÇÃO “SOUTO DE MOURA: MEMÓRIA, PROJECTOS, OBRAS” – Casa da Arquitectura


“A Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura tem patente a Exposição “Souto de Moura – Memória, Projectos, Obras” até 6 setembro de 2020.
Com curadoria de Francesco Dal Co e Nuno Graça Moura, a exposição Souto de Moura oferece uma singular e rara leitura monográfica do trabalho daquele que é considerado um dos mais prestigiados arquitetos portugueses.
A Exposição é a primeira leitura extraída do enorme acervo que o arquiteto depositou na Casa da Arquitectura em maio 2019, composto por 604 maquetes, cerca de 8500 peças desenhadas e toda a documentação textual e fotográfica que complementa os projetos.
Integrando cerca de 40 projetos, a mostra vai ‘invadir´’ a Casa da Arquitectura: irá ocupar a nave expositiva com 950 metros quadrados e a Galeria da Casa com 150 metros quadrados. O material da exposição, todo original e em grande parte nunca exposto, é apresentado rigorosamente como consta no arquivo da Casa da Arquitectura, sem manipulação ou omissão.
Um vasto programa de atividades paralelas, com curadoria de Nuno Sampaio, Francesco Dal Co e Nuno Graça Moura, complementa a exposição. Inclui ciclos de conferências e debate com algumas das mais relevantes figuras nacionais e internacionais da arquitetura e outras disciplinas, concertos e um conjunto de visitas guiadas, onde o visitante pode vivenciar a obra na sua plenitude”. In casadaarquitectura.pt
Mais informações em: http://casadaarquitectura.pt/exposicao-souto-moura-memoria-projectos-obras-inaugura-18-outubro/ 
Quando: até 6 de setembro de 2020
Onde: Casa da Arquitectura – edifício da Real Vinícola

“Dominguinhos” - Mar Shopping


Os Dominguinhos voltaram e o Mar Shopping promove atividades lúdicas dedicadas aos mais novos onde estes poderão conhecer curiosidades sobre a natureza.
Os “Dominguinhos” são compostos por diferentes temáticas mensais e surgem da parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, que se dedica a projetos educativos. A entrada é livre.
Mais informações em: https://www.marshopping.com/ 
Quando: domingos, pelas 11 horas.
Onde: Mar Shopping